Soldado Carlos Roberto Imhof (ao centro), quando prestava serviço militar no 23º Batalhão de Infantaria, em Blumenau, em 1971

Foto: Giselle Imhof