Ildefonso de Oliveira Werner e Francisco Daniel Imhof (Chico) na Represa do Salto do Rio Caveiras, em Lages, em 10.01.2012

 

Atualmente pertencente à CELESC, a Usina do Salto do Rio Caveiras pertenceu inicialmente ao Sr. Domingos Bárbara Valente, tinha a razão social "Empresa Força e Luz de Lajes" e foi criada visando fornecer energia elétrica aos municípios de Lages e Curitibanos. Em 1944, Domingos Bárbara Valente a transformou em uma sociedade anônima com a razão social de "Companhia Catarinense de Força e Luz", com o capital social de CR$ 2.100.000,00. Domingos era proprietário de CR$ 1.050.000,00, e sete sócios participavam com CR$ 150.000,00 cada um, dentre os quais, Luize Charlote Werhmann Valente (Lotinha).

Lotinha (+5.06.1912 - Lages, +8.03.2003 - Rio de Janeiro), casou em Lages, em 9.02.1935, com Laurentino da Costa Valente (*15.03.1912 - Palhoça, *01.02.1944 - Porto Alegre), era filha de Theodoro Wehrmann e Catharina Regina Werner Wehrmann, neta de Nicolau Werner e Madalena Imhof Werner.

Luize Charlote Werhmann Valente foi membro efetivo do Conselho de Curadores da primeira diretoria da CELOS - Fundação Celesc de Seguridade Social, quando foi fundada, em 1973.

O sobrenome do pai de Luize era "Wehrmann", mas o seu foi alterado para "Werhmann".

Fotos: Francisco Daniel Imhof e Noêmia Ávila Imhof